2011 atrasado.

Faz tempo que não venho aqui *espano a poeira fina e espirro*. Vou falar sobre esse ano tão… 2011.

 

2011 é o ano. O ano de toda a sorte de surpresas. Boas, ruins, abruptas, sutis… Surpreendentes…

Começou tão sutil quanto a minha tentativa (bem sucedida até agora) de abrir mão de refrigerantes pelo bem da minha saúde. Mas que papo mais caxias (eu gosto de palavras empoeiradas, dá licença?), não é bem disso que venho falar.

Continuar lendo

Anúncios